Welcome to Centro de Integridade Pública de STP   Click to listen highlighted text! Welcome to Centro de Integridade Pública de STP

Dia Internacional da Memória do Holocausto

Dia Internacional da Memória do Holocausto

[smartslider2 slider=”2″]


Auschwitz-Birkenau foi construído pelos nazis em 1940 para prisioneiros polacos. A partir de 1942 tornou-se no maior campo de extermínio de judeus na Europa.

Genocídio do Judeus
E assim, todos os judeus, homens e mulheres, crianças e velhos, são doravante encerrados em vagões de gado e transportados uns para a Alemanha e outros para o território do Governo- regal Polaco […]- Em Budapeste, os Judeus são despojados de todos os seus bens. Vivem agora às oito e dez pessoas em cada quarto […]. Quanto aos mais afortunados, os que tenham capacidade para trabalhar, pensa-se que sejam enviados para fábricas alemãs, onde esperam ter um tratamento mais aceitável. Os restantes, pelo contrário, mulheres débeis ou velhos, são deportados para o campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau, […] na Polónia.

Ivam Danielsson, representante sueco em Budapeste, Relatório ao Ministro dos Negócios Estrangeiros em Estocolmo, 24 de julho de 1944

Construído em 1940 na Polónia ocupada, o campo de Auschwitz foi pouco depois ligado ao de Birkenau, a cerca de três quilómetros.
Além do milhão de judeus que ali foram mortos, as vítimas de Auschwitz incluíram também 70.000 a 75.000 polacos não judeus, 21.000 ciganos, 15.000 prisioneiros de guerra soviéticos e 10.000 a 15.000 outros prisioneiros, incluindo membros da resistência, segundo os dados do Museu Auschwitz-Birkenau.
A 27 de Janeiro de 1945, tropas do Exército Vermelho encontraram o campo quando avançavam para oeste. No interior, permaneciam cerca de 7.000 sobreviventes.
Auschwitz-Birkenau é agora um museu em memória das vítimas do Holocausto.

 

Partilha
Share

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Esta página está disponível nas seguintes línguas: »
Click to listen highlighted text!